segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

Brisas do Lis (ju)

A minha filha tinha como tema de trabalho da escola fazer um levantamento acerca de Leiria. Lembrei-me logo que seria engraçado ela acompanhar o trabalho com um doce típico e servir aos colegas, tal como o irmão tinha feito, aqui há tempos, com os Brigadeiros. Apesar de nunca ter provado, conhecia estes docinhos de nome. Das várias receitas que vi pela net, esta pareceu-me a mais simples e a que dava para fazer na Bimby, sem grandes dificuldades. Como fiz em forminhas pequeninas, fiquei com imensas Brisas. Também me parece que é o tamanho ideal  uma vez que se podem tornar um pouco enjoativas... mas é uma boa proposta quando se procura algo doce, que não dê trabalho e renda muito...



Ingredientes:
400 g de açúcar
2 colheres de sopa de manteiga derretida
8 ovos
200 g de amêndoa pelada picada grosseiramente

Preparação:
Comecei por liguei o forno a 180ºC e por preparar as forminhas. Apesar de serem de silicone, utilizei manteiga em spray para as untar pois não quis correr riscos de não desenformarem bem.

No copo da bimby, pulverizei as amêndoas, alguns segundos, e reservei. Sem lavar o copo, misturei o açúcar com a manteiga derretida e deixei durante alguns minutos, na velocidade 4, para que se misturassem bem. Acrescentei a amêndoa e deixei mais alguns minutos, na mesma velocidade.

Com um copo doseador, verti a massa para as forminhas e enchi quase até cima, uma vez que esta massa não cresce. Levei ao forno num tabuleiro em banho-maria, durante cerca de 30 minutos.

Retirei do forno e deixei arrefecer ligeiramente. Desenformei ainda mornas e coloquei em papel plissado e decorei algumas delas com uma pérola.


PS: Também se pode usar já a farinha de amêndoa, caso não tenha como a triturar. Sem bimby, é fazer a mesma coisa mas usar uma vara de arames e misturar à mão continuamente...

domingo, 31 de janeiro de 2016

Biscoitos de gengibre e pólen (isa)

Sem muito tempo e a querer usar o muito pólen que tenho em casa, encontrei, na net, estes biscoitos rápidos e deliciosos. Uma boa maneira de usar o pólen que tão rico é!!!
Fica a receita como está na página brasileira (adaptei os termos ao português de Portugal):


Misture:

2 chávenas de farinha de trigo integral
1 chávena de amido de milho (maizena)
1/2 chávena de açúcar
2 c. de chá de bicarbonato de sódio

Acrescentar:

1 ovo
1/3 de chávena de mel
3/4 de chávena de manteiga
1 c. de sopa de pólen
1 c. de sopa de gengibre ralado
1 c. de chá de canela

Preparação:

Amasse bem com as mãos.
Enrole, corte em pedacinhos e coloque num tabuleiro sob folha de silicone.
Leve ao forno, por 20 minutos, a 180ºC.



terça-feira, 26 de janeiro de 2016

Tarte de cenoura (isa)

Desta vez olhei com mais atenção para o saco das cenouras e vinha lá esta sugestão. Como dizem os espanhóis: "¡muy exquisita! (= deliciosa).
Fica a receita tal e qual...


Ingredientes:

500 g de cenoura cozida e triturada
500 g de açúcar (usei 300!)
4 ovos
2 c. de sopa de farinha
2 c. de sopa de coco ralado
raspa de 1 limão

Preparação:

Misturam-se os ovos com o açúcar, a farinha, o coco, a raspa de limão e, por último, a cenoura, até ficar uma massa homogénea.
Unta-se uma forma de tarde com óleo, forra-se com papel vegetal também untado com óleo.
Verte-se o preparado para dentro da massa.
Leva-se ao forno para cozer.





domingo, 24 de janeiro de 2016

Mini cocottes de crumble e maçã (isa)

Já aqui temos várias ideias de crumble. Esta surgiu-me para aproveitar algumas maçãs e querer uma sobremesa rápida.


Ingredientes:

2 maçãs descascadas e cortadas em cubinhos pequenos
essência de baunilha (a gosto)
canela q.b.
sumo de limão q.b.
açúcar mascavado (a gosto)

farinha q.b.
margarina q.b.
açúcar mascavado q.b.

Preparação:

Numa tacanha, misturei as maçãs com a baunilha, o açúcar, o limão e a canela e deixe macerar enquanto fazia o crumble.
Para o crumble, fui misturando os ingredientes, acrescentando farinha ou açúcar conforme via que ia precisando...foi mesmo a olho e a gosto!
Coloquei em cada mini cocotte, uma colherada de maçã e coloquei, grosseiramente, um pedaço da massa.
Levei ao forno quente, a 180ºC, e deixei assar.
Polvilhei com açúcar em pó (facultativo). Também sabe bem com uma bola de gelado!


sexta-feira, 1 de janeiro de 2016

Bolo de café (isa)

E para começar em grande, a mesma fonte da receita anterior: o chef João Carlos Silva! E com café de São Tomé!


Ingredientes:

1 ovo
3 gemas
250 g de açúcar
200 g de farinha
1 c. de chá de fermento
1 chávena de café forte
1 chávena de óleo

Preparação:

Ligar o forno a 200ºC.
Bater o ovo inteiro e as três gemas juntamente com o açúcar.
A seguir, misturar o café e o óleo até ficar tudo bem batido.
Bater as claras em castelo.
Misturar as claras com cuidado, alternando com a farinha misturada com o fermento, sem bater.
Deitar para uma forma untada com manteiga e polvilhada com farinha.
Levar ao forno quente e deixar cozer uns 30 minutos (testar com o palito).



quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

Bacalhau com leite de coco (isa)

Para terminar em grande e relembrando umas belas férias, uma sugestão do chef são-tomense João Carlos Silva (do livro Na Roça com os Tachos). Simples e deliciosa!


Ingredientes:

3 postas de bacalhau
leite de coco (usei 1 pacote de 200ml)
2 cebolas
tomate q.b.
azeite q.b.
3 dentes de alho
malagueta a gosto
1 folha de louro
sal ( se necessário)

Preparação:

Colocar ao lume um tacho com azeite, junte as cebolas, os alhos e o tomate picados, para fazer um refogado.
Em seguida, juntar o louro e a malagueta em pedaços pequenos. Deixar cozinhar um pouco.
Ligar esta mistura com leite de coco, envolvendo bem todos os sabores.
Colocar o bacalhau sobre esta base. Ratificar o sal, se necessário.
Deixar apurar uns 25 minutos.

quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

Bolinhas de uva, queijo e nozes (isa)

Ainda da mesma fonte espanhola da receita de Mexilhões, estas bolinhas fazem sucesso. 
Simples e deliciosas! A tempo do réveillon!


Ingredientes:

uvas sem grainhas q.b.
queijo creme (usei Philadelphia) q.b.
queijo azul (usei Roquefort) q.b.
nozes q.b.
leite evaporado (se necessário) q.b.

Preparação:

Tostar as nozes numa sertã em lume médio e picá-las com uma faca. Reservar.
Misturar o queijo creme e o queijo azul até obter uma pasta. Se necessário, ligar com um pouco de leite (usei leite evaporado).
Envolver uma uva no creme de queijo de modo a ficar com uma capa e envolver nas nozes picadas de modo a formar uma bolinha. Usar as mãos se for preciso. 
Picar a uva com um palito. Repetir o processo com quantas uvas se quiser.